Mulher com coronavírus cospe em policiais ao ser detida


Foto: Reprodução

Uma jovem mulher, de 20 anos, diagnosticada com o novo coronavírus foi presa após cuspir em policiais, logo depois de ser detida, na madrugada de segunda-feira, 25.

A Polícia Militar foi acionada para a residência da mulher por uma briga com sua irmã, em Paranoá, no Distrito Federal. Alterada, a mulher depredou uma viatura da corporação, arrancando os para-brisas e arranhando o capô do veículo. Por esta atitude, ela foi encaminha à delegacia (6ºDP).

A mulher não foi interrogada por estar muito nervosa. Ela foi detida por dano ao patrimônio público, mas ao pagar fiança de R$ 400, ela foi liberada. Deixando a delegacia, ela desacatou os policiais, tentou os agredir e dizendo que estava infectada pelo novo coronavírus, cuspiu mais de uma vez em dois deles.

Após cuspir nos PMs, a mulher foi presa novamente, por desacato e resistência. Sem pagar a segunda fiança, fixada em R$ 500,00, a mulher foi levada à carceragem da Polícia Civil (PCDF).

A mulher foi submetida ao teste que deu resultado positivo. Os policiais atingidos foram afastados, segundo a delegada, Jane Klebia. “A partir de agora, a PCDF adotou o protocolo de afastar os policiais,e toda a equipe será testada”, afirmou

A mulher poderá responder pelos crimes de perigo de contágio de moléstia grave e infração de medida sanitária preventiva. Somadas, as penas podem chegar a cinco anos de prisão.


Fonte:
MSN

Postar um comentário

0 Comentários