Presidente da Câmara de Barreiras acusa ex-presidente de enriquecimento ilícito



Foto: Reprodução/TV Câmara de Barreiras

Na volta das sessões ordinárias na Câmara de Barreiras, Oeste da Bahia, na noite de ontem (quarta-feira-22/04/2020), o clima ficou pesado entre o atual presidente vereador Eurico Queiroz e o ex-presidente da Casa, Gilson Rodrigues.


Em sua fala, o ex-presidente da Câmara, vereador Gilson Rodrigues, dentre outros assuntos, pontuou que protocolou na casa um ofício solicitando economia na Casa para que o valor economizado fosse devolvido para a prefeitura usar no combate ao Coronavírus.


Eu tenho a plena convicção Senhor Presidente que essa casa pode fazer economia com recursos, porque aqui eu fiz. Fiz economia, fiz uma grande reforma nesta Casa e o duodécimo era um milhão e pouco. E eu solicitei a essa casa e não tive nenhum retorno da mesa diretora a respeito dessa propositura”. Disse Rodrigues, e complementa: “Mas eu espero que essa mesa diretora e os vereadores apreciem, mas apreciando ou não sabemos que quem manda é o presidente Eurico, é a mesa diretora. Cabe à mesa diretora economizar. Dá pra fazer economia, dá para cortar gastos, com folha de pagamento, com despesas não emergenciais e ajudar o município no combate ao Coronavírus”. E apela para o sentimental: “Será que vamos passar por esse momento e dizer para nossos filhos e para o povo de Barreiras, que a Câmara não fez nada? Eu sei e a mesa diretora também sabe onde tem que cortar. Será um escândalo se a câmara tiver gastos exacerbados neste período em que ficou fechada 
finaliza.

Ao final da Sessão, o presidente da Casa, Eurico Queiroz, fez uso da palavra e respondeu a Gilson, a provocação.

Parece que a ficha ainda não caiu para o ex-presidente que a direção da Casa mudou. Não sei porque essa raiva, essa ira do meu antecessor. Quero dizer a ele que essa casa agora tem ordem, tem comando, tem um homem que não dá calundu, tem um homem equilibrado, tolerante, humilde, que quando chegou aqui nesta Casa, já tinha o seu patrimônio, coisa que ele quando entrou não tinha e quando saiu daqui, saiu milionário

E continuou, quero dizer ao ex-presidente que hoje os assessores recebem o dinheiro (produtividade) para complementar seu salário que é tão baixo. Duvido que aqui na casa, hoje, haja algum colega que não seja tratado com respeito e com urbanidade por parte deste presidente. Quando eu assumi, existia funcionários que não conheciam a sala da presidência desta casa”. E finaliza: “hoje existe democracia nesta casa, existe um presidente que fala a verdade, que quando trata uma coisa com os vereadores, ele cumpre. Hoje aqui tem um homem de pulso, um homem de respeito e a sociedade de Barreiras conhece a postura do presidente de hoje e do presidente que saiu



Acompanhe abaixo, o momento:


Fonte:
Fala Barreiras

Postar um comentário

0 Comentários