Idosa de 72 anos é assassinada com 12 tiros na frente da família




O fato ocorreu na tarde desta segunda-feira (06/04), no bairro Aerolândia, na Capital do Estado do Ceará. Policiais civis e militares fazem uma caçada naquela comunidade em busca de prender os suspeitos.

A idosa foi identificada como Miriam Arruda da Silva, que completaria 73 anos no próximo mês de junho. De acordo com a Polícia, a aposentada estava na porta de casa quando foi surpreendida pelos bandidos e morta, a tiros, na calçada da residência, na presença de familiares e vizinhos.


Os suspeitos fugiram a pé, mas provavelmente, embarcaram em um carro deixado nas proximidades.

Após o crime, uma onda de boatos se espalhou pelo bairro e replicou nas redes sociais, com a informação de que a idosa morta seria mãe de um antigo e conhecido traficante de drogas que até hoje mora na comunidade e seria, supostamente, um dos chefes de uma facção criminosa que controla a venda de drogas no bairro.


Vingança?

Um tiroteio foi registrado nas proximidades de uma ponte sobre o Rio Cocó, que corta a região, e liga os bairros Lagamar e Aerolândia. Grupos dos dois bairros são inimigos e os confrontos são históricos naquela região da Capital, o que já deixou dezenas de mortos nos últimos 20 anos.


Outra versão que circulou aponta que o crime teria sido uma vingança ou “acerto de contas”. Bandidos teriam invadido o local para matar um homem apontado como responsável pelo assassinato de uma criança, um menino de 4 anos, há duas semanas. Como não encontraram o suspeito, assassinaram a mãe dele.


Fonte:
180 Graus

Postar um comentário

0 Comentários