Tumulto em escola primária deixa 14 alunos mortos no Quênia



Foto: Divulgação/Daily Nation

Na última segunda-feira (03/02), a notícia de uma terrível tragédia começou a circular através de diversos sites pelo mundo. Após um tumulto, várias crianças foram a óbito no incidente e dezenas de outras pessoas acabaram ficando feridas.


Tudo aconteceu quando os alunos de uma escola de Kakamega, cidade do Oeste do Quênia, começaram a correr de forma desordenada e desesperada para sair do prédio. Devido ao tumulto, muitas crianças acabaram sendo pisoteadas.


Com a correria, 14 alunos que estavam na instituição morreram. Outras 39 crianças se feriram e tiveram que ser levadas imediatamente para uma unidade de saúde, onde estão recebendo o atendimento médico necessário.


Até o momento, as autoridades locais não conseguiram descobrir o que teria provocado o tumulto. O governador, Wycliffe Oparanya, se locomoveu até o hospital onde as crianças encontra-se internadas, mas preferiu não dar entrevista sobre o incidente. As autoridades pediram que houvesse uma investigação completa por parte da Direção de Investigações Criminais. 


William Ruto, que é vice-presidente do Quênia desde 2013, se manifestou sobre a tragédia envolvendo as crianças: “Estamos arrasados ​​pela tragédia … nossas orações, amor e pensamentos às famílias e parentes das vítimas do infortúnio“, disse.

Raila Odinga, líder do Movimento Democrático também falou sobre a o incidente: “Desejo uma rápida recuperação às crianças feridas e rezo para que Deus conceda força às famílias afetadas“, disse. Até o momento, não foram divulgadas hipóteses sobre o que pode ser acontecido na escola.

Fonte:
1News

Postar um comentário

0 Comentários