PT quer proibir as pessoas de chamarem Lula de ‘ladrão’ e ‘cachaceiro’


Foto: Antonio Cruz/Ag. Brasil

O Partido dos Trabalhadores acionou judicialmente o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, por patrocinar aviões que sobrevoaram o litoral catarinense com faixas chamando o ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva de “ladrão” e “cachaceiro”. Embora sejam dois fatos de conhecimento público, a defesa do líder petista alega que Hang cometeu os crimes de calúnia e difamação ao repetir o que todos já sabem.

Por meio de nota, o PT comunicou a decisão de processar o empresário:

“A ação, que tem pedido de indenização por danos morais [R$ 100 mil] e tutela inibitória, decorre do fato do empresário bolsonarista ter patrocinado aviões para sobrevoar o litoral catarinense durante o verão com mensagens ofensivas ao ex-presidente.A ação pede a proibição das mensagens pelas praias brasileiras e, simultaneamente, que o acusado seja responsabilizado pela iniciativa, visto que tais frases maculam diretamente a imagem e a honra do ex-presidente, com condenação de pagamento de indenização por danos morais“.

No começo de dezembro, o empresário utilizou suas redes sociais para pedir aos seus seguidores sugestões de frases para colocar nas faixas. Entre as sugestões havia também “Lula na cadeia, eu com o pé na areia”, “Melhor que o verão, é o Lula na prisão” e “Lula enjaulado é o Brasil acordado”. No sábado (28) Hang compartilhou um vídeo do avião sobrevoando o litoral de Santa Catarina com a faixa “Lula cachaceiro devolve meu dinheiro”.

Na petição, encaminhada à 2ª Vara Cível de Navegantes/SC, a defesa do ex-presidiário alega que a circulação das frases contra Lula fere gravemente sua imagem e honra: “Com sua conduta, [Hang] desbordou injustamente do direito ao antagonismo político e livre opinião, ofendendo até mesmo qualquer senso de civilidade no debate político em plena ebulição no País”.

Além da flagrante hipocrisia de citar o clima polarizado do debate político, pelo qualele próprio é um dos maiores responsáveis, com seus discursos belicosos, ofensivos, e muitas vezes caluniosos, Lula ignora o fato de que o seu hábito de “beber até cair” e as condenações que somam contra ele na Justiça são prova de que não existe qualquer calúnia ou difamação quando as pessoas o chamam do que ele é: um ladrão cachaceiro.


Fonte:
MBLNews

Postar um comentário

0 Comentários