Google lista 'prostituta' entre principais significados para 'professora'; verbete é alterado após repercussão

Foto: Reprodução Google

O resultado da busca no Google para a palavra "professora" virou alvo de críticas nas redes sociais e entre entidades ligadas aos docentes. Além do significado tradicional, que é “mulher que leciona”, o site exibiu uma segunda definição logo depois da principal: “prostituta que inicia os adolescentes na vida sexual”. Após a repercussão negativa, a definição considerada pejorativa foi excluída quarta-feira (23).



O Google explicou na terça-feira (22) que estabelece parcerias com dicionários “para fornecer informações e serviços que os usuários procuram”. “Licenciamos seu conteúdo para oferecer respostas úteis diretamente na página de resultados da busca”, afirmou a nota. Em outras palavras: o Google diz que apenas apresenta o significado elaborado por dicionários.

Nesta quarta, em nova nota, o Google diz que a mudança no resultado da busca é reflexo de decisão tomada por um parceiro de conteúdo.



"Em relação à palavra 'professora', a Oxford University Press, nossa parceira que trabalha com tradicionais editores de dicionário no Brasil, determinou que a segunda definição está em desuso e não é atual o bastante para ser incluída. A Oxford University Press removeu a definição e essa mudança está refletida nos resultados de dicionário exibidos na Busca para 'professora'."
 Google



Fonte:
G1

Postar um comentário

0 Comentários