Xique-Xique-BA: Baixio que custou R$ 1,5 bilhão não produz nada com mais de 1 ano inaugurado


As etapas 1 e 2 do Baixio de Irecê foram inauguradas no distrito de Boa Vista no município de Xique-Xique no norte baiano pelo então presidente da república Michel Temer  no dia 23 de março de 2018 com a presença de várias lideranças politicas.

 Desde da sua inauguração a quase 1 ano e 6 meses até agora não se produz nada, com uma área irrigável de 59.375 de lotes, o projeto tem a promessa de que se produza hortaliças e frutas das mais variadas espécies. Foram investidos mais de 1,5 bilhão, curiosamente o anúncio da inauguração veio logo após um grupo de agricultores protestarem na sede da Codevasf em Irecê pela demora na entrega. Pouco mais de 800 famílias em 18 comunidades vivem na região e tiram o seu sustento principalmente da criação de animais, não se beneficiando desse projeto. 

O Baixio de Irecê tem 70% das terras em Xique-Xique e 30% em Itaguaçu da Bahia, são  42 km de canal prontos para irrigar e no total serão 90 km.  Nessas primeiras etapas teria capacidade de gerar aproximadamente 25 mil empregos diretos e indiretos em empreendimentos de pequeno, médio e grande portes.

Com tando dinheiro investido, promessa de grande geração de empregos e um alto crescimento na economia da região, o Baixio de Irecê daria um grande impacto na micro-região de Irecê e oeste baiano. 

O uso da terra pelos agricultores selecionados será gratuito por 35 anos. Agricultores e a população questiona o funcionamento dessa grande obra, falta estrutura asfáltica da estrada que liga Xique-Xique ao Baixio passando pelo distrito de Nova Iguira, isso porque até o momento não se tem uma estrada asfaltada que possa controlar o grande fluxo de veículos, inclusive pesados que trafegam entre a cidade de Xique-Xique  ao Baixio no povoado de Boa Vista o que aumentará assim que esse projeto de fato funcionar. 

Para facilitar o escoamento agrícola é aguardada para o ano de 2020 a construção da ponte sobre o rio são francisco interligando os município de Xique-Xique e Barra. 

Até o momento não se ver uma cobrança de nenhuma parlamentar que represente essas regiões ou quem sabe apareça algum para que esse grande projeto de fato comece a produzir. O governo também tem que se preocupar e cuidar da saúde do rio são francisco, é preciso preservar e revitalizar o velho chico.

Por: Adriano Brito



Fonte:

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A população e os políticos que representam essa região tem que cobrar o funcionamento desse projeto! Só no Brasil mesmo para se gastar tanto em uma obra e não funcionar. É apor essas e outras que o País ta como ta, quase falido por conta de obras superfaturadas que não vão a lugar nenhum. Só maquiagem. Temos que reivindicar.

    ResponderExcluir