Velório de Paulo Henrique tem gritos de "Fora, Bolsonaro" e "Lula livre"


O encerramento do velório do jornalista Paulo Henrique Amorim, que morreu aos 76 anos na madrugada de ontem, foi marcado por um tom político. O público cantou o hino brasileiro e depois puxou gritos de "Fora, Bolsonaro" e de "Lula Livre". Paulo Henrique era um ferrenho crítico do governo Bolsonaro e um defensor do ex-presidente Lula.

A cerimônia terminou por volta das 15h e o caixão seguiu para o Cemitério da Penitência, no bairro do Caju, no Rio, onde o corpo do jornalista será sepultado. Pela manhã, familiares e amigos já se reuniam na sede da Associação Brasileira de Imprensa, no Centro do Rio, local do velório. A irmã do jornalista, Marília, que mora na França, veio ao Brasil para o velório, e estava muito emocionada.

Postar um comentário

0 Comentários