Pai de santo acusado de estupro pode ter feito mais vítimas no Ceará


Há indícios de que existam mais vítimas do pai de santo Francisco Aucivam Pereira Linhares, 29 anos, preso por suspeita de abuso sexual, na cidade de Ibiapina, no Ceará, para além daquelas que já procuraram a Polícia denunciando os crimes. A informação é do delegado Rômulo Sousa, da Delegacia Regional de Tianguá. Pelo menos quatro vítimas já representaram contra ele, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Entre os crimes que ele teria cometido estão o de ter dopado e estuprado elas durante rituais em uma casa de oração.

"Nós pedimos que essas possíveis vítimas se dirijam até a delegacia de Ibiapina ou mesmo de Tianguá para formalizar suas declarações e assim podermos apurar o fato com a maior isenção e a maior agilidade possível", afirmou o delegado, em vídeo disponibilizado pela SSPDS.

O delegado deu detalhes sobre as denúncias das vítimas e sobre a prisão de Francisco Aucivam. Conforme ele, o pai de santo dopava as mulheres que o procuravam para orientação espiritual e, em seguida, cometia os abusos. Outra maneira com que o pai de santo praticava os abusos, conta o delegado, era dizendo que "entidades espirituais" que teriam tomado seu corpo ordenavam os atos libidinosos.

Aucivam, que era conhecido por "Pai Francisco" e não tinha antecedentes criminais, foi preso na sexta-feira (26), por força de mandado de prisão. Ele foi cercado pelos policiais na casa onde oferecia os serviços espirituais, que também era a casa dele. Conforme Rômulo, o suspeito tentou se evadir, mas, ao ver que estava cercado, desistiu. Os policiais apreenderam uma garrafa do que parecia ser uísque. Ela será encaminhada à Perícia Forense, que verificará se eraa substância era usada para dopar as vítimas.


Ouvido em depoimento, Aucivam teria dito que os abusos seriam influência de uma “entidade espiritual”, conta o escrivão. Ainda segundo a fonte, o espaço religioso de Alcivan foi montado em meados do início do ano, na localidade de Alto Lindo.

Mais sobre o caso

Um líder religioso foi preso, por força de mandado de prisão, acusado de estuprar pelo menos seis mulheres que frequentavam terreiro que ele mantinha em Ibiapina (a 303 quilômetros da Capital). A prisão de Francisco Alcivan Pereira Linhares ocorreu na tarde dessa sexta-feira, 26. De acordo com o escrivão Mauro Cesar Barroso, da Delegacia Regional de Tianguá, as vítimas relataram que o pai de santo as dopava para cometer os abusos.

As investigações começaram após uma das vítimas denunciar o caso na Delegacia de Ibiapina. Conforme o escrivão, o acusado se aproveitava que as vítimas o buscavam para conselhos espirituais, ganhava a confiança delas e, ao fornecer leite ou alimentos a elas, as dava drogas que faziam com que elas dormissem. Uma das vítimas tem 13 anos.

Ouvido em depoimento, ele teria dito que os abusos seriam influência de uma “entidade espiritual”, conta o escrivão. Ainda segundo a fonte, o espaço religioso de Alcivan foi montado em meados do início do ano, na localidade de Alto Lindo. É investigado se o acusado também fez vítimas em Ipu, município vizinho a Ibiapina, de onde ele teria vindo. O inquérito aguarda exame da Perícia Forense.

A Polícia Civil agora busca possíveis novas vítimas do líder. As delegacias de Tianguá e Ibiapina recebem depoimentos de vítimas do pai de santo.

Mais informações sobre o caso devem ser divulgadas na segunda-feira, 29, em entrevista coletiva, pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).



Fonte:

Postar um comentário

0 Comentários