Santa Cruz da Vitória-BA: Casal de idosos atacado por causa de suposta dívida de R$ 500 é enterrado


O casal de idosos que foi atacado por um homem por causa de uma dívida de R$ 500 foi enterrado nesta quarta-feira (22), na cidade de Santa Cruz da Vitória, no sul da Bahia. Os corpos de Gervásio Castro, 66 anos, e Míriam Paternostro, 67, foram velados na Câmara de Vereadores do município. A cerimônia foi acompanhada por uma multidão.

O cortejo para o sepultamento saiu da Câmara de Vereadores para uma das fazendas da família na zona rural de Santa Cruz da Vitória. O casal deixou 3 filhos e 6 netos.

Crime

O suspeito, identificado como Daniel Souza, contou para a polícia que o idoso lhe devia R$ 500 referente a compra de um motosserra e que há dias vinha cobrando o pagamento do valor.

Segundo a polícia, Daniel procurou Gervásio no distrito de Itaimbé, zona rural de Potiraguá, e pediu que lhe desse uma carona até a localidade de Teixeira do Progresso, na cidade vizinha de Mascote.

No trajeto, Daniel pediu que a vítima parasse para checar um pneu que estaria vazio. Gervázio desceu do veículo e foi atacado com um facão pelo suspeito, que o golpeou várias vezes na cabeça e arrastou seu corpo para um matagal, às margens da estrada.

O suspeito retornou para Itaimbé e foi até a casa de Gervásio, onde assassinou a companheira dele Míriam Partenostro Ferreira Castro. Míriam permitiu o acesso de Daniel ao imóvel depois que ele alegou que atendia um pedido de Gervásio, para buscar a motosserra. A mulher foi estrangulada por Daniel, que utilizou as mãos e um fio elétrico para cometer o crime.

Daniel fugiu do imóvel levando o celular de Míriam e a motosserra, conforme a polícia. Ele escondeu o dinheiro roubado, o facão utilizado no crime e seus pertences próximo a um posto de gasolina em Itaimbé, levando apenas a motosserra para casa. Poucas horas depois, o suspeito foi preso em flagrante por uma guarnição da Polícia Militar.

Na sede da 21ª Coorpin/Itaptinga, para onde foi conduzido, o assassino contou detalhes da execução do casal e indicou onde escondeu a arma do crime e a ferramenta, além do dinheiro e o celular roubados. Daniel deve ser encaminhado para o sistema prisional.




Por: G1 Bahia

Postar um comentário

0 Comentários