Projeto de lei quer implantar serviços de psicologia na rede estadual de ensino


As escolas da rede estadual de ensino da Bahia podem ter os serviços de psicologia, psicopedagogia e assistência social implantadas em suas unidades. É o que propõe o projeto de lei 23.280/2019 idealizado pelo deputado Tum (PSC) e publicado no Diário Oficial na edição desta terça-feira (07).
De acordo com o texto, o atendimento estará disponível para alunos e professores no horário oposto ao das aulas. O profissional de educação que perceber desvios de conduta do aluno pode encaminhar o aluno à Coordenação de ensino e posteriormente ao serviço psicológico. Os pais dos alunos serão avisados com até 24 horas de antecedência sobre o atendimento e poderão acompanhar a consulta se caso quiserem.
Na justificativa, o PL aponta que o suicídio é a quarta maior causa de mortes entre os jovens de 15 a 29 anos no Brasil e que a medida seria uma forma de combater esse mal. Outro problema que tem destaque no projeto é a violência em sala de aula e o conflito entre professores e alunos.
“O ambiente escolar é um dos lugares onde nossas crianças e adolescentes passam a boa parte do tempo. É na escola que adquirem conhecimento e desenvolvem habilidades. Naturalmente, todavia, é também o ambiente em que os conflitos costumam se manifestar, seja por divergência de pensamentos, preconceitos ou qualquer outro fator. Diante desse cenário de possíveis conflitos, é que proponho este PL, a fim de instituir a presença de profissionais como psicopedagogos e assistentes sociais, que vão ajudar a combater a evasão escolar, a violência, aproximar as famílias das escolas e até mesmo auxiliar na resolução de conflitos, internos e externos, de nossos estudantes”, defende o deputado Tum.




Fonte: Varela Notícias 

Postar um comentário

0 Comentários