Paulo Souto rebate críticas de Rui Costa e mostra otimismo com Bolsonaro


O secretário municipal da Fazenda de Salvador e ex-governador Paulo Souto rebateu na manhã desta quinta-feira (17) as críticas do governador Rui Costa do PT, que afirmou deficit da previdência seria herança do antigo governo.

“Ele sabe que rigorosamente não está falando o que aconteceu. É impossível que você imagine que o que está acontecendo agora tenha origem há doze anos. Tenho me colocado numa posição de não me referir à atos do governo por várias motivos. Mas sempre que isso venha tenho que explicar as coisas. Eu fui o único governador que fez um fundo de capitalização da previdência. Coloquei esse recurso lá. O que aconteceu depois eu não sei”, rebateu.

Ainda em entrevista à imprensa, Paulo Souto colocou a culpa no sistema e falou sobre a expectativa de mudança após reforma da previdência.

“O problema da previdência no estado é muito grave. Não se pode atribuir culpa nenhuma ao governo, o problema é o sistema que precisa mudar.  Eu, por exemplo, não responsabilizo ninguém por isso. É uma situação difícil que exige muitos recursos financeiros do estado e que por isso mesmo há no Brasil uma expectativa para que a reforma da previdência venha a iniciar um ciclo novo”
O secretário também comentou sua expectativa em relação ao governo do presidente Jair Bolsonaro e falou sobre a necessidade de mudança.

“O que existe é uma enorme expectativa e muita esperança. Eu espero que a gente possa trilhar um caminho diferente. A população toda precisa disso, o país precisa disso, que a gente rompa um pouco esse ciclo que levou o Brasil para a uma situação muito difícil e consiga iniciar um período novo. Eu tenho esperança que a gente consiga iniciar um ciclo novo, tanto do ponto de vista político quanto na economia. São coisas importantes para o país”, comentou.





Fonte: Varela Noticias
 

Postar um comentário

0 Comentários