No Twitter, Embrapa afirma que “não desenvolveu tecnologias para dessalinização”


Na tarde desta quinta-feira (3), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (ABRAPE), utilizou o seu perfil oficial no Twitter para desmentir a informação que vem circulando nas redes sociais a seu respeito. 

Os rumores começaram após o anúncio do presidente Jair Bolsonaro, em que diz que buscará parceiras com Israel para trazer uma usina de dessalinização para instalar no Brasil.

Após a declaração, inúmeros perfis influentes, contrários ao presidente, deram início a postagens que afirmavam que essa tecnologia já existe no país. 

Em algumas publicações relacionadas ao assunto, usuários chegaram a dizer que, Bolsonaro iria buscar no exterior, o que já era aplicado há anos no nordeste brasileiro para diminuir a seca no sertão nordestino.

“Olá! Ao contrário do que vem sendo divulgado, a Embrapa não desenvolveu a tecnologia de dessalinização de água. Ela desenvolveu tecnologias para aproveitamento de resíduos de dessalinização em cultivos de plantas halófitas e criação de peixes“, diz a nota.







Postar um comentário

0 Comentários