Barreiras-BA: Governo investirá R$ 45 milhões em obras de ampliação no aeroporto da cidade


O Aeroporto de Barreiras passará, nos próximos 30 meses, por obras de ampliação e requalificação com investimento da ordem de R$ 45 milhões. A solenidade de assinatura do Termo de Compromisso para execução das obras ocorrerá nesta sexta-feira (21), às 8h, no estacionamento do aeroporto, localizado na Serra da Bandeira, na cidade de Barreiras, com a participação do ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, do vice-governador da Bahia, João Leão, e do secretário de Infraestrutura do Estado, Marcus Cavalcanti.

Com recursos do governo federal, que já empenhou R$ 5 milhões para as obras, e com elaboração de projetos, licitação e execução sob a responsabilidade do Governo da Bahia, a modernização do Aeroporto de Barreiras potencializará a dinamização da economia na região — um importante polo de desenvolvimento do agronegócios do Matopiba, área formada pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Serão beneficiadas diretamente cerca de 1 milhão de pessoas.

Com prazo de conclusão previsto para 30 meses, as obras preveem a reforma e ampliação da pista de pouso e decolagem (para 1.950 x 45 metros); reforma e ampliação do pátio de estacionamento de aeronaves (para 27 mil metros quadrados e oito posições); reforma e ampliação da Taxiway (consiste na pista de rolamento, destinada ao tráfego de aeronaves entre pistas de pouso e decolagem e os pátios de estacionamento de aeronaves); construção de novo Terminal de Passageiros, com área de 2.160 metros quadrados; aquisição e instalação de equipamentos; além de execução de serviços complementares.

O cronograma prevê desembolso de R$13,5 milhões em 2019; R$ 16 milhões em 2020; e R$ 15,5 milhões em 2021. O Aeroporto de Barreiras, cidade localizada a 872 quilômetros de Salvador, opera, atualmente, com voos regulares com pista de 1.605 por 30 metros e um terminal de passageiros de 465 metros quadros e pátio de aeronaves de 8,4 mil metros quadrados com duas posições.

Por: Secom Bahia

Postar um comentário

0 Comentários